Consequências da pele ressecada e a diabetes

Para entender a nossa preocupação com a pele do diabético, é necessário entender o grande papel que a pele exerce em nosso organismo.

A pele é o invólucro do corpo humano, é a barreira que nos protege do frio, calor, microrganismos, entre outros fatores. Então tem várias funções essenciais, como regulação térmica, defesa orgânica, controle do fluxo sanguíneo e sem falar nas funções sensoriais. Considerada o maior e mais extenso órgão do nosso corpo, a pele corresponde a 16% do peso corporal.

A pele ressecada traz algumas consequências, complicando-se mais no caso do diabético. Porque a pele desidratada se torna frágil, podendo perder a linearidade e romper-se com muita facilidade. Então, devido à baixa imunidade do diabético, a cicatrização é mais difícil e demorada, o que favorece a instalação de fungos ou bactérias.

Além dos fatos apresentados, a pele ressecada causa uma sensação de desconforto, gerando coceira. O uso das unhas para aliviar a coceira pode levar a escoriações, espessamento da pele e até rachaduras.

Se considerarmos as complicações mais evidentes e preocupantes para o diabético, os pés têm foco fundamental para cuidados, pois iniciam com uma pequena lesão, e por falta de cuidado, pode chegar à amputação. A alteração da cor e sensibilidade da pele, por exemplo, pode indicar o início de um grande problema.

Cuidados para uma pele saudável

Controle a glicemia. Mais que a aparência, é imprescindível que a pele mantenha sua função termo-reguladora, onde as terminações nervosas estejam sensíveis às mudanças de temperatura tanto do corpo, como do ambiente.

Portanto, ingira bastante água, pelo menos 2 litros por dia. Pois isso ajudará a repor o líquido perdido da diurese.

Além disso, evite banhos muito quentes, inclusive no inverno. A pele se desidrata com banhos muito quentes, sem contar que eventualmente o diabético pode ter a sensibilidade diminuída e sofrer queimadura com a água quente.

Escolha o sabonete corretamente. Pois o sabonete pode ressecar a pele ao remover completamente o sebo cutâneo. Então prefira sabonetes líquidos ou hidratantes.

Seque-se bem após o banho, lembrando das dobrinhas.

Hidrate a pele com um hidratante adequado, sempre observando a coloração e sensibilidade da pele e principalmente dos pés. No primeiro sinal de alteração, consulte seu médico. Qualquer tratamento é mais eficaz no início da lesão.

Pensando em você…

Nós desenvolvemos para você uma linha de produtos buscando revigorar e proteger a sua pele. O Óleo Essencial de Melaleuca é reconhecido por sua atividade antimicrobiana.

.

.

  • O Sabonete Higienizante Diacler, formulado com tensoativos suaves sem sulfato, sem parabenos, sem corante, sem sal, buscando limpar e preservar a pele.

.

.

  • A Loção Hidratante Corporal Diacler, formulada com óleo de girassol enriquecido com ômegas, vitamina E, pantenol e ureia, hidrata e protege a pele deixando-a suavemente perfumada.

.

.

  • O Creme Hidratante Desodorante para Pés Diacler, formulado com agentes hidratantes e suavizantes que refinam a pele, aumentando sua elasticidade e evitando as rachaduras.

.

.

  • O Aromatizante Bucal Diacler, formulado com óleo essencial de melaleuca, sem álcool e sem açúcar, protege e refresca sua boca.

Cuide da sua pele e sinta-se protegido

O bem-estar do diabético passa pela saúde de sua pele. Entender sua importância e tratá-la com o devido cuidado é determinante para conviver bem com a diabetes.

Publicado por

Gabriela Gadea

Farmacêutica criadora do Diacler, cuja fórmula foi inspirada nas necessidades de seu pai diabético, tem como propósito promover o bem-estar e a alegria de viver dos diabéticos através de cuidados básicos que transformam a vida das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *