pés

A pele é o invólucro de nossa essência e sofre com a diabetes

A pele é o órgão que delimita nosso corpo, que diz onde começamos ou terminamos, é o invólucro de nossa essência. Devemos tratá-la com muita responsabilidade.

Considerado o maior e mais extenso órgão do nosso corpo, a pele corresponde a 16% do peso corporal. Tem várias funções essenciais, que não percebemos no dia a dia, como regulação térmica, defesa orgânica, controle do fluxo sanguíneo, proteção contra agentes do meio ambiente e sem falar nas funções sensoriais.

A diabetes induz várias alterações na pele que precisam ser observadas e tratadas. Quando a glicemia não está controlada, acontecem algumas anormalidades metabólicas que alteram a pele, trazendo, além do envelhecimento precoce, a desidratação, complicações vasculares e neuropáticas.

Modificações na pele causadas pela diabetes

A pele do diabético é mais desidratada, propensa a infecções, apresenta manchas estranhas que parecem sujeira e não cicatriza adequadamente. Tudo isso por uma série de fatores:

A hiperglicemia, que favorece o envelhecimento da pele, pois aumenta a glicação de proteínas e promove a formação das AGEs (Advanced Glycacion Endpoint), responsáveis, em parte, pela degeneração ocular e nefropatia.

Outro processo que ocorre é uma complicação do sistema nervoso, onde as terminações nervosas que regulam a temperatura do corpo e sinalizam às glândulas sudoríparas e sebáceas a hora de entrar em ação, também ficam confusas, o que favorece a desidratação da pele.

Sem contar que o fato do diabético urinar mais vezes, tentando eliminar o excesso de açúcar do sangue, provoca a perda de grande quantidade de líquidos, também favorecendo a desidratação da pele.

Dicas para a hidratação da pele do diabético

Se considerarmos as complicações mais evidentes e preocupantes para o diabético, os pés têm foco fundamental para cuidados. O pé diabético, geralmente se inicia a partir de uma lesão que não cicatriza.

Por isso, o hidratante para os pés não pode ser gorduroso, apesar de ter que repor a suavidade e elasticidade desta pele, evitando que ela se rompa, uma vez que essa oleosidade promoveria mais atrito entre o pé e o sapato.

O creme para os pés deve conter agentes hidratantes, pois a desidratação da pele é o princípio da sua fragilidade. O espessamento da pele diminui sua elasticidade e favorece seu rompimento, portanto, deve conter agentes que refinem a pele, sem ser agressivos.

Também deve ter agentes que favoreçam a renovação da pele, permitindo que ela se mantenha jovem.

E, para finalizar, tendo em vista que o pé está constantemente dentro do sapato, úmido, quentinho… lugar muito favorável a fungos e bactérias, deve se considerar um agente anti-microbiano, para a manutenção da flora natural da pele.

A frequência de cuidado precisa ser diária, pois a pele se modifica conforme a necessidade. O melhor momento para fazer esse cuidado é logo após o banho.

Nós formulamos algo especial, pensando em você!

Nosso Creme Hidratante Desodorante para os Pés Diacler foi formulado pensando em todas as necessidades imediatas da pele:

– Primeiramente, não usamos nenhum derivado de petróleo, animais, parabenos, sulfatos, corantes ou fragrâncias sintéticas, BUSCANDO seu bem-estar e preservando o meio ambiente.

CONTÉM:

– Agentes Emolientes: Óleo de Coco e Triglicérides de Cadeia média, que favorecem a restauração da fração lipídica que as glândulas sebáceas depositam sobre a pele.

– Agentes Hidratantes: Ureia e Glicerina, que retêm a umidade sobre a pele.

– Agente Refinador: Ácido salicílico parcialmente neutralizado, que promove a renovação da pele, evitando seu espessamento.

– Agentes Antimicrobianos: Óleo Essencial de Melaleuca, que favorece a cicatrização, suavização da pele e principalmente o controle da sua microbiota. Contém também o Triclosam, que é um anti-bacteriano seguro que reforça a atividade da Melaleuca.

– Agente Condicionante: Óleo essencial de lavanda e Alantoína, que trata, tonifica e conforta a pele.

Sinta na pele o seu cuidado

A pele do diabético deve ser cuidada com muito carinho, visto que é de grande importância para a preservação da sua saúde e bem-estar. Entender a relevância da pele e tratá-la com o devido cuidado, pode ser determinante para conviver bem com a diabetes, mantendo o corpo mais saudável e uma vida mais feliz.

Publicado por

Gabriela Gadea

Farmacêutica criadora do Diacler, cuja fórmula foi inspirada nas necessidades de seu pai diabético, tem como propósito promover o bem-estar e a alegria de viver dos diabéticos através de cuidados básicos que transformam a vida das pessoas.

7 comentários em “A pele é o invólucro de nossa essência e sofre com a diabetes”

  1. Sou diabética não sigo a risca o regime que deve ser feito tomo remédios e sei que corro sérios riscos tenho problemas com as unhas dos pés, tenho cuidados na escolha de calçados obrigada pela matéria MUITO esclarecedora

    1. Olá Maria do Socorro! Os pés devem ser ponto de atenção para todos os diabéticos, parabéns por ter cuidados com os calçados. Mantenhas as unhas sempre curtas e tome cuidado para não causar lesões. Os cuidados com a pele e os pés são muito importantes, mas para a pele estar 100% saudável, é preciso controlar a glicemia. A dieta equilibrada e a prática de exercícios físicos são fundamentais para o controle da glicemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *